Os principais desafios da liderança atual e como superá-los

Nos últimos anos, as organizações foram impactadas por transformações que, além de revolucionar por completo a forma como trabalhamos, trouxeram novos desafios para a liderança.

Com o advento da transformação digital, o crescente enfoque nas questões ESG e a adoção de diferentes modelos de trabalho, os líderes têm enfrentado complexidades que vão além dos obstáculos triviais que essa posição costumava apresentar.

Para conseguir conduzir suas equipes em meio a um ambiente marcado por tantas mudanças, os gestores de hoje precisam contar com habilidades e abordagens diferenciadas.

Sendo assim, convidamos você, leitor, a embarcar conosco nessa jornada de compreensão sobre os maiores desafios da liderança contemporânea e as estratégias que podem ser adotadas para superá-los!

9 grandes desafios das lideranças atuais

Os desafios da liderança na atualidade são múltiplos e complexos, resultado das inúmeras transformações pelas quais as organizações estão passando.  

Para ampliar o entendimento sobre o assunto, listamos abaixo os principais obstáculos que esses profissionais precisam contornar para conduzir as organizações rumo ao sucesso:

1.       Liderar equipes multigeracionais

Primeiramente, boa parte dos líderes de hoje precisa lidar com quatro gerações – Baby Boomers, Geração X, Millennials e Geração Z – trabalhando em uma mesma equipe.

Em outras palavras, isso significa que eles precisam liderar profissionais que trazem consigo perspectivas, habilidades e valores completamente diferentes.

Para estabelecer uma cultura inclusiva, harmoniosa e produtiva em meio a esse contexto, os líderes devem entender as necessidades de cada grupo etário, promover o respeito mútuo e estimular a troca de conhecimentos e experiências entre as gerações.

O principal desafio é construir uma liderança multigeracional, com práticas de gestão adaptadas e capazes de extrair o melhor de cada membro do time. 

2.       Estabelecer uma comunicação clara e transparente

Segundo o relatório de Tendências de Gestão de Pessoas 2023, da Great Place to Work (GPTW), estabelecer uma comunicação interna eficiente foi o segundo maior desafio enfrentado pelas organizações no último ano.

Como resultado, a habilidade de se comunicar bem segue sendo apontada pelas empresas como uma das características mais buscadas nas lideranças.

A comunicação é a base para o bom funcionamento de qualquer equipe. Logo, contar com líderes que possuem esse atributo é fundamental para evitar ruídos e manter todos os colaboradores alinhados aos objetivos e valores organizacionais.

3.       Construir uma relação de confiança junto ao time

Líderes capazes de construir relações genuínas ajudam a fomentar um ambiente de trabalho mais acolhedor e estimulante.

E essa, por sua vez, é uma ótima forma de fazer com que os colaboradores se sintam seguros para expressar opiniões e motivados a alcançar resultados extraordinários.

Neste contexto, um dos principais desafios da liderança atual é conseguir, de fato, demonstrar vulnerabilidade e estabelecer conexões mais profundas junto aos colaboradores. 

Ser um líder autêntico, que pauta a gestão de pessoas na transparência, integridade e propósito, é um bom caminho para isso!

4.       Gerenciar conflitos  

Por mais alinhada que uma equipe seja, é natural que seus integrantes entrem em conflito de tempos em tempos. 

Afinal, seres humanos são complexos e podem ter visões bem distintas sobre a melhor forma de realizar uma tarefa.

Em meio a situações como essas, a liderança enfrenta o desafio de identificar e resolver conflitos de forma construtiva, sem permitir que eles afetem negativamente o clima organizacional e a produtividade do time.

Uma abordagem empática e a capacidade de ouvir todas as partes envolvidas são essenciais para encontrar soluções que satisfaçam os colaboradores. 

Inclusive, o já citado relatório da GPTW apontou a empatia e a gestão humanizada como as características mais importantes nas lideranças para 2023.

5.       Manter o engajamento dos colaboradores

Equipes engajadas tendem a ser mais produtivas, criativas e comprometidas com os resultados organizacionais. 

No entanto, quase 35% dos líderes ainda se sentem inseguros no momento de manter o engajamento do time em alta.

Os dados são da pesquisa “Panorama de Sentimento das Lideranças”, da Sputnik, e reforçam que encontrar formas de criar um ambiente inspirador e motivador ainda é um desafio para os profissionais em cargos de gestão.

6.       Apoiar o desenvolvimento da equipe

Cada vez mais, os colaboradores querem trabalhar em organizações que apoiem o desenvolvimento profissional deles. 

Ou seja: para atrair e reter as melhores pessoas, as empresas precisarão contar com líderes preparados para atuar como mentores.

Esse trabalho exigirá das lideranças a capacidade para identificar talentos, avaliar o desempenho do time, oferecer oportunidades de capacitação, fornecer feedback construtivo e muito mais.

7.       Promover um ambiente saudável

Outro movimento que têm desafiado a liderança é a preocupação crescente com o bem-estar dos colaboradores, principalmente em um contexto onde 1 a cada 5 profissionais de grandes corporações brasileiras afirma sofrer de esgotamento.

Para minimizar os problemas nessa frente, os líderes devem zelar pela cultura organizacional e pelo cuidado com a saúde mental dos seus liderados, promovendo valores como respeito, diversidade e equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.

8.       Gerenciar diferentes formatos de trabalho

Nos últimos três anos, novos modelos de trabalho ganharam força total, a exemplo do trabalho remoto ou híbrido. 

Em paralelo, também cresceu o número de equipes formadas por colaboradores trabalhando em diferentes fusos.

Para os líderes, esse novo contexto trouxe a necessidade urgente de se adaptar e criar estratégias para gerenciar pessoas em locais e horários distintos, garantindo assim uma comunicação eficiente e mantendo a coesão do time.

9.       Adaptar-se rapidamente às mudanças do mercado

Com novas demandas surgindo a todo momento, a capacidade de se adaptar rapidamente passou a ser crucial. Como resultado, espera-se, hoje, que os líderes sejam mais proativos, flexíveis e inovadores.

Em suma, essas habilidades são a chave para que as lideranças consigam antecipar-se às transformações e estejam sempre preparadas para lidar com os desafios futuros.

Qual o caminho para superar esses desafios?

Embora cada um dos desafios apresentados acima possua suas particularidades, talvez você tenha percebido que eles também possuem um ponto em comum: todos, sem exceção, reforçam a importância das skills de liderança.

Por exemplo: uma comunicação eficiente requer habilidades de escuta ativa, empatia e capacidade de transmitir informações de forma compreensível e respeitosa

Para cultivar relações de confiança, por sua vez, os líderes devem demonstrar integridade e transparência.

Tendo isso em mente, o desenvolvimento de people skills desponta como um pilar crucial para que os líderes consigam enfrentar e superar os desafios da liderança contemporânea, criando equipes motivadas, colaborativas e de alto desempenho.

Ao investir no aprimoramento contínuo dessas competências em suas lideranças, as organizações se colocam um passo à frente da concorrência e aumentam suas chances de prosperar em um mercado que não para de se evoluir.


Gostou do conteúdo?

Se você quer iniciar essa jornada, mas não sabe por onde começar, conte com a Talent Academy. Com a nossa solução, é possível mapear as habilidades dos líderes e desenvolver as prioritárias em trilhas de conhecimento personalizadas. Fale com um especialista e saiba mais!

Cadastre-se

Se inscreva para receber as novidades da Talent Academy em primeira mão diretamente em seu e-mail

Conheça a solução
Assessment do Propósito

Entenda a fundo o perfil comportamental do seu time e desvende todo o seu potencial com o único assessment do mercado inspirado no ikigai

Saiba mais

A solução completa para o sucesso de colaboradores e empresas

Plataforma digital: ferramentas inteligentes para toda a jornada do colaborador

Programas de desenvolvimento: abordagem consultiva especializada e personalizada

Saiba mais

Posts Relacionados

O que é a motivação no trabalho? | talent academy blog

O que é a motivação no trabalho?

O que é a motivação no trabalho? Para entender sobre motivação no trabalho, precisamos começar…

Gen Z e competências: dados sobre soft skills em diferentes gerações

Pesquisa da Talent Academy indica que a Gen Z pontua menos para habilidades como flexibilidade…

Como liderar minha equipe após um layoff? | talent academy blog

Como liderar minha equipe após um layoff?

Entenda como gestores podem liderar após um layoff e reconstruir suas equipes após a demissão…

Lidando com o layoff: como manejar o impacto no atual time | talent academy blog

Lidando com o lay-off: como manejar o impacto no atual time

Lidando com o lay-off: como manejar o impacto no atual time Nos últimos tempos, o…

Pronto(a) para transformar a gestão de pessoas na sua organização?

Os principais desafios da liderança atual e como superá-los

Os principais desafios da liderança atual e como superá-los

Nos últimos anos, as organizações foram impactadas por transformações que, além de revolucionar por completo a forma como trabalhamos, trouxeram novos desafios para a liderança.

Com o advento da transformação digital, o crescente enfoque nas questões ESG e a adoção de diferentes modelos de trabalho, os líderes têm enfrentado complexidades que vão além dos obstáculos triviais que essa posição costumava apresentar.

Para conseguir conduzir suas equipes em meio a um ambiente marcado por tantas mudanças, os gestores de hoje precisam contar com habilidades e abordagens diferenciadas.

Sendo assim, convidamos você, leitor, a embarcar conosco nessa jornada de compreensão sobre os maiores desafios da liderança contemporânea e as estratégias que podem ser adotadas para superá-los!

9 grandes desafios das lideranças atuais

Os desafios da liderança na atualidade são múltiplos e complexos, resultado das inúmeras transformações pelas quais as organizações estão passando.  

Para ampliar o entendimento sobre o assunto, listamos abaixo os principais obstáculos que esses profissionais precisam contornar para conduzir as organizações rumo ao sucesso:

1.       Liderar equipes multigeracionais

Primeiramente, boa parte dos líderes de hoje precisa lidar com quatro gerações – Baby Boomers, Geração X, Millennials e Geração Z – trabalhando em uma mesma equipe.

Em outras palavras, isso significa que eles precisam liderar profissionais que trazem consigo perspectivas, habilidades e valores completamente diferentes.

Para estabelecer uma cultura inclusiva, harmoniosa e produtiva em meio a esse contexto, os líderes devem entender as necessidades de cada grupo etário, promover o respeito mútuo e estimular a troca de conhecimentos e experiências entre as gerações.

O principal desafio é construir uma liderança multigeracional, com práticas de gestão adaptadas e capazes de extrair o melhor de cada membro do time. 

2.       Estabelecer uma comunicação clara e transparente

Segundo o relatório de Tendências de Gestão de Pessoas 2023, da Great Place to Work (GPTW), estabelecer uma comunicação interna eficiente foi o segundo maior desafio enfrentado pelas organizações no último ano.

Como resultado, a habilidade de se comunicar bem segue sendo apontada pelas empresas como uma das características mais buscadas nas lideranças.

A comunicação é a base para o bom funcionamento de qualquer equipe. Logo, contar com líderes que possuem esse atributo é fundamental para evitar ruídos e manter todos os colaboradores alinhados aos objetivos e valores organizacionais.

3.       Construir uma relação de confiança junto ao time

Líderes capazes de construir relações genuínas ajudam a fomentar um ambiente de trabalho mais acolhedor e estimulante.

E essa, por sua vez, é uma ótima forma de fazer com que os colaboradores se sintam seguros para expressar opiniões e motivados a alcançar resultados extraordinários.

Neste contexto, um dos principais desafios da liderança atual é conseguir, de fato, demonstrar vulnerabilidade e estabelecer conexões mais profundas junto aos colaboradores. 

Ser um líder autêntico, que pauta a gestão de pessoas na transparência, integridade e propósito, é um bom caminho para isso!

4.       Gerenciar conflitos  

Por mais alinhada que uma equipe seja, é natural que seus integrantes entrem em conflito de tempos em tempos. 

Afinal, seres humanos são complexos e podem ter visões bem distintas sobre a melhor forma de realizar uma tarefa.

Em meio a situações como essas, a liderança enfrenta o desafio de identificar e resolver conflitos de forma construtiva, sem permitir que eles afetem negativamente o clima organizacional e a produtividade do time.

Uma abordagem empática e a capacidade de ouvir todas as partes envolvidas são essenciais para encontrar soluções que satisfaçam os colaboradores. 

Inclusive, o já citado relatório da GPTW apontou a empatia e a gestão humanizada como as características mais importantes nas lideranças para 2023.

5.       Manter o engajamento dos colaboradores

Equipes engajadas tendem a ser mais produtivas, criativas e comprometidas com os resultados organizacionais. 

No entanto, quase 35% dos líderes ainda se sentem inseguros no momento de manter o engajamento do time em alta.

Os dados são da pesquisa “Panorama de Sentimento das Lideranças”, da Sputnik, e reforçam que encontrar formas de criar um ambiente inspirador e motivador ainda é um desafio para os profissionais em cargos de gestão.

6.       Apoiar o desenvolvimento da equipe

Cada vez mais, os colaboradores querem trabalhar em organizações que apoiem o desenvolvimento profissional deles. 

Ou seja: para atrair e reter as melhores pessoas, as empresas precisarão contar com líderes preparados para atuar como mentores.

Esse trabalho exigirá das lideranças a capacidade para identificar talentos, avaliar o desempenho do time, oferecer oportunidades de capacitação, fornecer feedback construtivo e muito mais.

7.       Promover um ambiente saudável

Outro movimento que têm desafiado a liderança é a preocupação crescente com o bem-estar dos colaboradores, principalmente em um contexto onde 1 a cada 5 profissionais de grandes corporações brasileiras afirma sofrer de esgotamento.

Para minimizar os problemas nessa frente, os líderes devem zelar pela cultura organizacional e pelo cuidado com a saúde mental dos seus liderados, promovendo valores como respeito, diversidade e equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.

8.       Gerenciar diferentes formatos de trabalho

Nos últimos três anos, novos modelos de trabalho ganharam força total, a exemplo do trabalho remoto ou híbrido. 

Em paralelo, também cresceu o número de equipes formadas por colaboradores trabalhando em diferentes fusos.

Para os líderes, esse novo contexto trouxe a necessidade urgente de se adaptar e criar estratégias para gerenciar pessoas em locais e horários distintos, garantindo assim uma comunicação eficiente e mantendo a coesão do time.

9.       Adaptar-se rapidamente às mudanças do mercado

Com novas demandas surgindo a todo momento, a capacidade de se adaptar rapidamente passou a ser crucial. Como resultado, espera-se, hoje, que os líderes sejam mais proativos, flexíveis e inovadores.

Em suma, essas habilidades são a chave para que as lideranças consigam antecipar-se às transformações e estejam sempre preparadas para lidar com os desafios futuros.

Qual o caminho para superar esses desafios?

Embora cada um dos desafios apresentados acima possua suas particularidades, talvez você tenha percebido que eles também possuem um ponto em comum: todos, sem exceção, reforçam a importância das skills de liderança.

Por exemplo: uma comunicação eficiente requer habilidades de escuta ativa, empatia e capacidade de transmitir informações de forma compreensível e respeitosa

Para cultivar relações de confiança, por sua vez, os líderes devem demonstrar integridade e transparência.

Tendo isso em mente, o desenvolvimento de people skills desponta como um pilar crucial para que os líderes consigam enfrentar e superar os desafios da liderança contemporânea, criando equipes motivadas, colaborativas e de alto desempenho.

Ao investir no aprimoramento contínuo dessas competências em suas lideranças, as organizações se colocam um passo à frente da concorrência e aumentam suas chances de prosperar em um mercado que não para de se evoluir.


Gostou do conteúdo?

Se você quer iniciar essa jornada, mas não sabe por onde começar, conte com a Talent Academy. Com a nossa solução, é possível mapear as habilidades dos líderes e desenvolver as prioritárias em trilhas de conhecimento personalizadas. Fale com um especialista e saiba mais!