8+ necessidades para seu planejamento estratégico de RH em 2022

Conheça as 8 necessidades para seu planejamento estratégico de RH

O que 2022 demandou dos gestores de RH não foi pouco. Se você é da área, deve saber muito bem do que estamos falando, né?

O ano que acaba de terminar não foi fácil para estes profissionais, mas com grandes desafios vieram também grandes oportunidades, chegando a serem chamados de “os novos CEOs do século 21” pela Época Negócios.

O contexto de pandemia acelerou ainda mais o constante e importante processo de evolução da área, que vem sendo cada vez mais destacada, valorizada e provada essencial – bom, disso nós já tínhamos certeza!

Desde seu surgimento no início do século passado, o RH – quando ainda sequer tinha esse nome – passou por várias transformações, reagindo às contínuas mudanças na sociedade.

Se a pandemia acelerou o futuro do trabalho em dez anos, não foi muito diferente com o RH, que teve de acompanhar com dinamismo e criatividade um cenário até então inusitado.

Trabalhadores e trabalhadoras de todo o mundo passaram o ano preocupados com a sua saúde e a de seus entes queridos, tensos com a segurança de seus empregos, confusos em buscar conciliar crianças, companheiros e trabalho no mesmo espaço e lidando com toda uma série de outros estressores.

1️⃣ Propósito

O primeiro passo ideal é começar pelo porquê. Quando não se tem um propósito, uma peça-chave certamente está em falta.

O propósito é um dos pilares da estratégia e da cultura organizacional – sim, isso vale para toda e qualquer organização –, embasando os valores que guiam a experiência e o comportamento dos colaboradores de todas as áreas, que precisam funcionar em sinergia.

Um RH estratégico precisa entender profundamente a missão, visão, valores e propósito da organização, tendo assim um conhecimento e prática mais integrados e estratégicos.

Também é crucial saber do seu propósito pessoal, abrindo portas para o autoconhecimento.

Segundo a Forbes, quase 90% dos executivos entrevistados em pesquisa feita em 2020 pela Porter Novelli disseram entender agora, mais do que nunca, que as empresas devem liderar com propósito.

Pois é: a pandemia levou empresas a reavaliarem seu propósito e seus objetivos, organizações orientadas por propósito se saíram melhor e houve um crescimento de negócios nessa linha. Não é por acaso.

Você sabe o que é Ikigai? Entenda conferindo o post abaixo e reflita: Qual é o seu Ikigai para 2022, após um ano de tantas mudanças?

O que é propósito? Essa palavra especial carrega muito mais significado do que você imagina. Vem com a gente:

As pessoas estão buscando cada vez mais trabalhar em organizações que tenham um propósito claro e um impacto social positivo. Entenda:

https://34.95.182.177/qual-e-o-seu-ikigai-pra-2023/

? Talentip: A Talent Academy possui uma ferramenta de mapeamento de perfil que ajuda a identificar o propósito de cada colaborador. Solicite agora a sua versão trial.

https://34.95.182.177/as-organizacoes-precisam-comecar-pelo-proposito/
https://34.95.182.177/voce-nao-odeia-as-segundas-feiras-voce-odeia-um-trabalho-sem-proposito/

2️⃣ Liderança

E como engajar as pessoas em torno do propósito organizacional, profissional de RH? Exercendo bem o papel de liderança.

É importante lembrar que em nossos materiais, quando falamos em líderes, não estamos nos referindo somente ao “C-level”, ao “alto escalão” das organizações, mas a cada e qualquer pessoa que lidera um time – independente da área ou tamanho – ou mesmo lidera uma única pessoa no âmbito do trabalho.

Para além disso, nossos conteúdos são úteis para todos e todas que se interessam por gestão e desenvolvimento de pessoas, uma vez que liderança, em nossa perspectiva, tem muito mais a ver com ações e influências positivas do que títulos, cargos e hierarquias. É disso que estamos falando aqui.

Olha só nosso webinar com os convidados Daniel Forte (Hospital Sírio-Libanês), Carla Barone & Daniela Bruzzi (ex-Loft, Yellow e 99, atual ellas) e Persio Cordeiro (Pro Humana):

E no artigo ao lado, reunimos os maiores insights do evento:

https://34.95.182.177/como-lideres-das-areas-da-saude-gestao-de-pessoas-e-desenvolvimento-profissional-estao-lidando-com-a-crise-um-guia-de-insights/

Seguem mais alguns textos relacionados:

https://34.95.182.177/7-licoes-para-liderar-a-distancia-agora-e-sempre/

? Você sabia que, segundo a Gartner, a maioria dos líderes de RH permitirão que os funcionários trabalhem remotamente, mesmo após a vacina? Nesse sentido, nosso primeiro artigo sobre home office também pode te ajudar!

https://34.95.182.177/qual-o-papel-do-rh-neste-momento-caotico/
https://34.95.182.177/para-enfrentar-uma-crise-crie-uma-rede-de-times/

? Falando em liderança (e sabendo a importância da comunicação), recentemente preparamos um guia one-on-one simples, prático e objetivo para te apoiar nas reuniões, conversas e feedbacks a dois.

3️⃣ Saúde mental

Saúde mental foi um tema sempre necessário – ainda mais para nós, que temos como base da nossa plataforma a psicologia –, mas que só foi começar a ganhar mais espaço nas organizações em pandemia, havendo mais riscos nesse contexto, uma piora considerável na saúde mental da população geral e um consequente aumento na busca por serviços relacionados.

Líderes de RH precisaram se atentar para o bem-estar dos colaboradores, o que se tornou se uma prioridade e precisa ser continuamente olhado independente do cenário geral, uma vez que nunca sabemos as lutas pelas quais as outras pessoas estão passando.

A saúde da mente e das emoções é tão importante quanto a física, devendo ser tratada como tal – nunca se esqueça, antes de tudo, de cuidar da sua própria.

Este artigo foi feito a partir de uma entrevista que fizemos com a experiente psicóloga Ana Maria Fonseca Zampieri:

https://34.95.182.177/cuidando-da-saude-mental-e-emocional-em-tempos-de-crise/

Nesse aqui, te contamos porque o Setembro Amarelo não deveria durar somente um mês, mas sim o ano inteiro:

https://34.95.182.177/setembro-amarelo-uma-campanha-para-o-ano-todo/

Conversamos sobre o assunto com a nossa sócia e COO Jaqueline Padilha, que é psicóloga, e com Daniel Forte, do Hospital Sírio-Libanês (versão em vídeo na íntegra aqui):

No episódio mais ouvido do nosso podcast, batemos um papo com Mariana Holanda, primeira head de Saúde Mental da Ambev – que foi capa da Exame (highlights em vídeo aqui):

⚙️ Uma ferramenta capaz de avaliar a esfera da saúde mental nas organizações é o Radar, inspirado na técnica de Coaching da Roda da Vida.

4️⃣ Adaptabilidade

Quem foi capaz de se adaptar às mudanças no cenário lidou melhor com o ano, isso é mais que fato.

Com tudo cada vez mais volátil e acelerado, conseguir acompanhar o ritmo faz toda a diferença. Essa tarefa não é fácil, e é papel do profissional de RH apoiar os colaboradores no desenvolvimento dessa e outras competências. Olha só:

A adaptabilidade passou de uma das skills mais buscadas pelas empresas nos últimos anos para a mais valorizada hoje, segundo pesquisa da Robert Half.

Neste artigo, nos debruçamos sobre o Quociente de Adaptabilidade, um dos conceitos-base do Mapa, nossa ferramenta de desenvolvimento de competências:

https://34.95.182.177/adaptabilidade-qa-a-dimensao-para-o-sucesso-de-pessoas-e-organizacoes/

Aprenda sobre o tema escutando o nosso bate-papo com a psicóloga Sandra Betti (versão em vídeo):

Entenda na prática conferindo o caso da Caloi com o próprio presidente da empresa (versão em vídeo):


5️⃣ Inovação

Se teve uma coisa que 2022 pediu com força para todos nós – e especialmente para gestores e gestoras de RH – foi inovar, afinal, soluções antigas para desafios novos simplesmente não tem como funcionar. Mudanças foram, são e serão necessárias.

Descubra que habilidades caracterizam pessoas inovadoras e como desenvolvê-las:

https://34.95.182.177/mudar-e-preciso-saiba-quais-sao-os-cinco-passos-para-alcancar-a-inovacao/

Nossos podcasts sobre o tema, com Renata Zanuto do Cubo Itaú e Felipe Menezes da WTF! School (você pode assistir aos highlights, respectivamente, aqui e aqui):

? Percebeu que inovação e desenvolvimento tem tudo a ver com aprendizado, né? Você também poderá gostar de ouvir A importância de aprender e reaprender ao longo da vida, com André Tanesi da Descola (versão em vídeo).

6️⃣ Diversidade

Além de propor inovação, um RH realmente estratégico também propõe (ou melhor, requer) diversidade – duas coisas que andam lado a lado.

Segundo a HowNow, o tópico está nas listas de tendências para RH dos últimos anos, mas em um 2020 que colocou em holofote uma série de discussões em torno da tema, é provável que 2023 seja o maior ano para diversidade, equidade e inclusão (DE&I) até o momento.

https://34.95.182.177/como-garantir-diversidade-e-inclusao-na-sua-organizacao/
https://34.95.182.177/como-e-porque-promover-equidade-racial-no-ambiente-de-trabalho-conheca-o-modelo-press/

? Você também poderá gostar de 35 Dicas de Excelentes Conteúdos Antirracistas e 7 Influências Negras para Seguir Acompanhando.

https://34.95.182.177/diversidade-faz-empresas-performarem-melhor-e-ate-faturarem-mais/

Além de diversidades como de raça e gênero, é relevante lembrarmos também das diversidades cognitiva e de personalidade, por exemplo:

7️⃣ Sustentabilidade

Indo muito além das fronteiras do verde, sustentabilidade tem a ver com legado, longevidade, longo prazo.

Segundo Mariana Schuchovski, professora de Sustentabilidade do ISAE Escola de Negócios – FGV, o pós-2020 vai depender, principalmente, das nossas escolhas: “Precisamos reestabelecer os valores humanos, como ética e respeito, e encontrar o caminho correto para a (re)construção da sociedade com a ajuda das novas gerações.

Esta pandemia é um verdadeiro lembrete sobre como devemos pensar no equilíbrio da nossa relação com as pessoas, o meio ambiente e os recursos financeiros, mas também é um convite à transformação”, contou para o EcoDebate.

Confira artigo sobre o tema:

https://34.95.182.177/sustentabilidade-corporativa/

Podcasts que abordam sustentabilidade com as convidadas Giovanna Benetati da eureciclo e Gisele Rosa da Raízen:

8️⃣ Impacto

Lembra que dissemos lá no início que todas as necessidades aqui citadas são estreitamente interligadas? Cada uma delas, de mãos dadas com as outras, se potencializam. Voltemos à primeira de todas: propósito.

Como num movimento cíclico, dificilmente (pra não dizer impossível) se causa um verdadeiro impacto positivo sem um propósito. Inclusive, muitas vezes o propósito é justamente promover algum impacto.

Bom, nós conversamos sobre o tema com duas grandes referências em impacto no Brasil:

Empreendedor social reconhecido pelo Fórum Econômico Mundial como um dos jovens brasileiros que podem mudar o mundo, Edu Lyra é fundador e CEO da rede de ONGs parceira Gerando Falcões:

Áudio na íntegra, highlights em vídeo

Anna de Souza Aranha é diretora do Quintessa, aceleradora de negócios de impacto social e ambiental que transforma a realidade do país através do empreendedorismo:

Áudio na íntegra, highlights em vídeo

⭐ Bônus

Último mas certamente não menos importante, queremos te lembrar de reconhecer e valorizar seus colaboradores, além de resgatar o sentimento de time ao longo do ano todo.

Deixe marcado no seu planejamento de RH o aniversário da organização, dos colaboradores, datas comemorativas de profissões e outros.

Pequenos gestos fazem a diferença: pode ser um post nas redes sociais, um cartão, um bolo, uma lembrancinha, um dia de descanso… sinta-se livre para dar asas à sua criatividade!

Leve também em consideração a possibilidade de oferecer benefícios aos colaboradores, tema que abordaremos em conteúdos futuros.

Alguns exemplos de posts comemorativos nossos (clicar):


E aí, gostou da trilha?

As discussões emergidas em 2022 não podem acabar com a virada: esse é o momento para rever, refletir, testar, aplicar e reaplicar os inúmeros aprendizados que o ano trouxe.

Ele foi difícil, mas despertou atenção, cuidado e consciência para tópicos de extrema importância que precisam ser olhados e melhorados, e não deixados de lado e prejudicados.

Conte com a gente, profissional de RH – esse é só o primeiro de muitos conteúdos que estão por vir em 2023! 🙂

Cadastre-se

Se inscreva para receber as novidades da Talent Academy em primeira mão diretamente em seu e-mail

Conheça a solução
Assessment do Propósito

Entenda a fundo o perfil comportamental do seu time e desvende todo o seu potencial com o único assessment do mercado inspirado no ikigai

Saiba mais

A solução completa para o sucesso de colaboradores e empresas

Plataforma digital: ferramentas inteligentes para toda a jornada do colaborador

Programas de desenvolvimento: abordagem consultiva especializada e personalizada

Saiba mais

Posts Relacionados

Propósito e motivação no trabalho | Talent Academy blog | Imagem: Freepik

Propósito no trabalho: como e por que motivar sua equipe através dele?

Propósito no trabalho: como e por que motivar sua equipe através dele? Quem nunca se…

Autonomia no trabalho é chave para motivação e sucesso | Blog da Talent Academy (Imagem: Freepik)

Autonomia no trabalho é chave para motivação e sucesso

Autonomia no trabalho é chave para motivação e sucesso Você sabia que a autonomia no…

O que é a motivação no trabalho? | talent academy blog

O que é a motivação no trabalho?

O que é a motivação no trabalho? Para entender sobre motivação no trabalho, precisamos começar…

Gen Z e competências: dados sobre soft skills em diferentes gerações

Pesquisa da Talent Academy indica que a Gen Z pontua menos para habilidades como flexibilidade…

Pronto(a) para transformar a gestão de pessoas na sua organização?

8+ necessidades para seu planejamento estratégico de RH em 2022

Como fazer seu RH mais estratégico em 2023 – Talent Academy

Conheça as 8 necessidades para seu planejamento estratégico de RH

O que 2022 demandou dos gestores de RH não foi pouco. Se você é da área, deve saber muito bem do que estamos falando, né?

O ano que acaba de terminar não foi fácil para estes profissionais, mas com grandes desafios vieram também grandes oportunidades, chegando a serem chamados de “os novos CEOs do século 21” pela Época Negócios.

O contexto de pandemia acelerou ainda mais o constante e importante processo de evolução da área, que vem sendo cada vez mais destacada, valorizada e provada essencial – bom, disso nós já tínhamos certeza!

Desde seu surgimento no início do século passado, o RH – quando ainda sequer tinha esse nome – passou por várias transformações, reagindo às contínuas mudanças na sociedade.

Se a pandemia acelerou o futuro do trabalho em dez anos, não foi muito diferente com o RH, que teve de acompanhar com dinamismo e criatividade um cenário até então inusitado.

Trabalhadores e trabalhadoras de todo o mundo passaram o ano preocupados com a sua saúde e a de seus entes queridos, tensos com a segurança de seus empregos, confusos em buscar conciliar crianças, companheiros e trabalho no mesmo espaço e lidando com toda uma série de outros estressores.

1️⃣ Propósito

O primeiro passo ideal é começar pelo porquê. Quando não se tem um propósito, uma peça-chave certamente está em falta.

O propósito é um dos pilares da estratégia e da cultura organizacional – sim, isso vale para toda e qualquer organização –, embasando os valores que guiam a experiência e o comportamento dos colaboradores de todas as áreas, que precisam funcionar em sinergia.

Um RH estratégico precisa entender profundamente a missão, visão, valores e propósito da organização, tendo assim um conhecimento e prática mais integrados e estratégicos.

Também é crucial saber do seu propósito pessoal, abrindo portas para o autoconhecimento.

Segundo a Forbes, quase 90% dos executivos entrevistados em pesquisa feita em 2020 pela Porter Novelli disseram entender agora, mais do que nunca, que as empresas devem liderar com propósito.

Pois é: a pandemia levou empresas a reavaliarem seu propósito e seus objetivos, organizações orientadas por propósito se saíram melhor e houve um crescimento de negócios nessa linha. Não é por acaso.

Você sabe o que é Ikigai? Entenda conferindo o post abaixo e reflita: Qual é o seu Ikigai para 2022, após um ano de tantas mudanças?

O que é propósito? Essa palavra especial carrega muito mais significado do que você imagina. Vem com a gente:

As pessoas estão buscando cada vez mais trabalhar em organizações que tenham um propósito claro e um impacto social positivo. Entenda:

https://34.95.182.177/qual-e-o-seu-ikigai-pra-2023/

? Talentip: A Talent Academy possui uma ferramenta de mapeamento de perfil que ajuda a identificar o propósito de cada colaborador. Solicite agora a sua versão trial.

https://34.95.182.177/as-organizacoes-precisam-comecar-pelo-proposito/
https://34.95.182.177/voce-nao-odeia-as-segundas-feiras-voce-odeia-um-trabalho-sem-proposito/

2️⃣ Liderança

E como engajar as pessoas em torno do propósito organizacional, profissional de RH? Exercendo bem o papel de liderança.

É importante lembrar que em nossos materiais, quando falamos em líderes, não estamos nos referindo somente ao “C-level”, ao “alto escalão” das organizações, mas a cada e qualquer pessoa que lidera um time – independente da área ou tamanho – ou mesmo lidera uma única pessoa no âmbito do trabalho.

Para além disso, nossos conteúdos são úteis para todos e todas que se interessam por gestão e desenvolvimento de pessoas, uma vez que liderança, em nossa perspectiva, tem muito mais a ver com ações e influências positivas do que títulos, cargos e hierarquias. É disso que estamos falando aqui.

Olha só nosso webinar com os convidados Daniel Forte (Hospital Sírio-Libanês), Carla Barone & Daniela Bruzzi (ex-Loft, Yellow e 99, atual ellas) e Persio Cordeiro (Pro Humana):

E no artigo ao lado, reunimos os maiores insights do evento:

https://34.95.182.177/como-lideres-das-areas-da-saude-gestao-de-pessoas-e-desenvolvimento-profissional-estao-lidando-com-a-crise-um-guia-de-insights/

Seguem mais alguns textos relacionados:

https://34.95.182.177/7-licoes-para-liderar-a-distancia-agora-e-sempre/

? Você sabia que, segundo a Gartner, a maioria dos líderes de RH permitirão que os funcionários trabalhem remotamente, mesmo após a vacina? Nesse sentido, nosso primeiro artigo sobre home office também pode te ajudar!

https://34.95.182.177/qual-o-papel-do-rh-neste-momento-caotico/
https://34.95.182.177/para-enfrentar-uma-crise-crie-uma-rede-de-times/

? Falando em liderança (e sabendo a importância da comunicação), recentemente preparamos um guia one-on-one simples, prático e objetivo para te apoiar nas reuniões, conversas e feedbacks a dois.

3️⃣ Saúde mental

Saúde mental foi um tema sempre necessário – ainda mais para nós, que temos como base da nossa plataforma a psicologia –, mas que só foi começar a ganhar mais espaço nas organizações em pandemia, havendo mais riscos nesse contexto, uma piora considerável na saúde mental da população geral e um consequente aumento na busca por serviços relacionados.

Líderes de RH precisaram se atentar para o bem-estar dos colaboradores, o que se tornou se uma prioridade e precisa ser continuamente olhado independente do cenário geral, uma vez que nunca sabemos as lutas pelas quais as outras pessoas estão passando.

A saúde da mente e das emoções é tão importante quanto a física, devendo ser tratada como tal – nunca se esqueça, antes de tudo, de cuidar da sua própria.

Este artigo foi feito a partir de uma entrevista que fizemos com a experiente psicóloga Ana Maria Fonseca Zampieri:

https://34.95.182.177/cuidando-da-saude-mental-e-emocional-em-tempos-de-crise/

Nesse aqui, te contamos porque o Setembro Amarelo não deveria durar somente um mês, mas sim o ano inteiro:

https://34.95.182.177/setembro-amarelo-uma-campanha-para-o-ano-todo/

Conversamos sobre o assunto com a nossa sócia e COO Jaqueline Padilha, que é psicóloga, e com Daniel Forte, do Hospital Sírio-Libanês (versão em vídeo na íntegra aqui):

No episódio mais ouvido do nosso podcast, batemos um papo com Mariana Holanda, primeira head de Saúde Mental da Ambev – que foi capa da Exame (highlights em vídeo aqui):

⚙️ Uma ferramenta capaz de avaliar a esfera da saúde mental nas organizações é o Radar, inspirado na técnica de Coaching da Roda da Vida.

4️⃣ Adaptabilidade

Quem foi capaz de se adaptar às mudanças no cenário lidou melhor com o ano, isso é mais que fato.

Com tudo cada vez mais volátil e acelerado, conseguir acompanhar o ritmo faz toda a diferença. Essa tarefa não é fácil, e é papel do profissional de RH apoiar os colaboradores no desenvolvimento dessa e outras competências. Olha só:

A adaptabilidade passou de uma das skills mais buscadas pelas empresas nos últimos anos para a mais valorizada hoje, segundo pesquisa da Robert Half.

Neste artigo, nos debruçamos sobre o Quociente de Adaptabilidade, um dos conceitos-base do Mapa, nossa ferramenta de desenvolvimento de competências:

https://34.95.182.177/adaptabilidade-qa-a-dimensao-para-o-sucesso-de-pessoas-e-organizacoes/

Aprenda sobre o tema escutando o nosso bate-papo com a psicóloga Sandra Betti (versão em vídeo):

Entenda na prática conferindo o caso da Caloi com o próprio presidente da empresa (versão em vídeo):


5️⃣ Inovação

Se teve uma coisa que 2022 pediu com força para todos nós – e especialmente para gestores e gestoras de RH – foi inovar, afinal, soluções antigas para desafios novos simplesmente não tem como funcionar. Mudanças foram, são e serão necessárias.

Descubra que habilidades caracterizam pessoas inovadoras e como desenvolvê-las:

https://34.95.182.177/mudar-e-preciso-saiba-quais-sao-os-cinco-passos-para-alcancar-a-inovacao/

Nossos podcasts sobre o tema, com Renata Zanuto do Cubo Itaú e Felipe Menezes da WTF! School (você pode assistir aos highlights, respectivamente, aqui e aqui):

? Percebeu que inovação e desenvolvimento tem tudo a ver com aprendizado, né? Você também poderá gostar de ouvir A importância de aprender e reaprender ao longo da vida, com André Tanesi da Descola (versão em vídeo).

6️⃣ Diversidade

Além de propor inovação, um RH realmente estratégico também propõe (ou melhor, requer) diversidade – duas coisas que andam lado a lado.

Segundo a HowNow, o tópico está nas listas de tendências para RH dos últimos anos, mas em um 2020 que colocou em holofote uma série de discussões em torno da tema, é provável que 2023 seja o maior ano para diversidade, equidade e inclusão (DE&I) até o momento.

https://34.95.182.177/como-garantir-diversidade-e-inclusao-na-sua-organizacao/
https://34.95.182.177/como-e-porque-promover-equidade-racial-no-ambiente-de-trabalho-conheca-o-modelo-press/

? Você também poderá gostar de 35 Dicas de Excelentes Conteúdos Antirracistas e 7 Influências Negras para Seguir Acompanhando.

https://34.95.182.177/diversidade-faz-empresas-performarem-melhor-e-ate-faturarem-mais/

Além de diversidades como de raça e gênero, é relevante lembrarmos também das diversidades cognitiva e de personalidade, por exemplo:

7️⃣ Sustentabilidade

Indo muito além das fronteiras do verde, sustentabilidade tem a ver com legado, longevidade, longo prazo.

Segundo Mariana Schuchovski, professora de Sustentabilidade do ISAE Escola de Negócios – FGV, o pós-2020 vai depender, principalmente, das nossas escolhas: “Precisamos reestabelecer os valores humanos, como ética e respeito, e encontrar o caminho correto para a (re)construção da sociedade com a ajuda das novas gerações.

Esta pandemia é um verdadeiro lembrete sobre como devemos pensar no equilíbrio da nossa relação com as pessoas, o meio ambiente e os recursos financeiros, mas também é um convite à transformação”, contou para o EcoDebate.

Confira artigo sobre o tema:

https://34.95.182.177/sustentabilidade-corporativa/

Podcasts que abordam sustentabilidade com as convidadas Giovanna Benetati da eureciclo e Gisele Rosa da Raízen:

8️⃣ Impacto

Lembra que dissemos lá no início que todas as necessidades aqui citadas são estreitamente interligadas? Cada uma delas, de mãos dadas com as outras, se potencializam. Voltemos à primeira de todas: propósito.

Como num movimento cíclico, dificilmente (pra não dizer impossível) se causa um verdadeiro impacto positivo sem um propósito. Inclusive, muitas vezes o propósito é justamente promover algum impacto.

Bom, nós conversamos sobre o tema com duas grandes referências em impacto no Brasil:

Empreendedor social reconhecido pelo Fórum Econômico Mundial como um dos jovens brasileiros que podem mudar o mundo, Edu Lyra é fundador e CEO da rede de ONGs parceira Gerando Falcões:

Áudio na íntegra, highlights em vídeo

Anna de Souza Aranha é diretora do Quintessa, aceleradora de negócios de impacto social e ambiental que transforma a realidade do país através do empreendedorismo:

Áudio na íntegra, highlights em vídeo

⭐ Bônus

Último mas certamente não menos importante, queremos te lembrar de reconhecer e valorizar seus colaboradores, além de resgatar o sentimento de time ao longo do ano todo.

Deixe marcado no seu planejamento de RH o aniversário da organização, dos colaboradores, datas comemorativas de profissões e outros.

Pequenos gestos fazem a diferença: pode ser um post nas redes sociais, um cartão, um bolo, uma lembrancinha, um dia de descanso… sinta-se livre para dar asas à sua criatividade!

Leve também em consideração a possibilidade de oferecer benefícios aos colaboradores, tema que abordaremos em conteúdos futuros.

Alguns exemplos de posts comemorativos nossos (clicar):


E aí, gostou da trilha?

As discussões emergidas em 2022 não podem acabar com a virada: esse é o momento para rever, refletir, testar, aplicar e reaplicar os inúmeros aprendizados que o ano trouxe.

Ele foi difícil, mas despertou atenção, cuidado e consciência para tópicos de extrema importância que precisam ser olhados e melhorados, e não deixados de lado e prejudicados.

Conte com a gente, profissional de RH – esse é só o primeiro de muitos conteúdos que estão por vir em 2023! 🙂