Analista pensando emcomo fazer o mapeamento de perfil comportamental

Como fazer e analisar o mapeamento de perfil dos colaboradores?

O mapeamento de perfil (que também, a depender, pode ser denominado assessment, avaliação, teste ou análise de perfil) é um método usado no contexto organizacional pelo Recursos Humanos (RH) e gestão de pessoas.

Muitas empresas (como Google, Deloitte, PwC e IBM) o aplicam para compreender o perfil comportamental e profissional de funcionários(as) e candidatos(as) a vagas.

Mas afinal, o que é este método? Quais são os seus objetivos e que benefícios pode trazer para as organizações e todos(as) que delas participam?

Nós já abordamos as respostas a essas questões e ainda mais no artigo Mapeamento de perfil comportamental: o que é e por que fazer. Mas iremos resumi-las para você a seguir, antes de te mostrar como fazer e analisar o mapeamento de perfil dos colaboradores. Vamos lá?

O que é mapeamento de perfil

O mapeamento de perfil é uma metodologia que visa analisar e entender as características, traços e padrões de comportamento de pessoas que trabalham ou podem vir a trabalhar em determinada organização.

Essa análise de perfil pode ajudar muito na gestão de pessoas, fornecendo uma compreensão mais holística das características e do potencial dos colaboradores, e também prevendo como esses aspectos podem se conectar com o desempenho no trabalho e o ajuste dentro da organização.

Existem modelos de testes populares como o MBTI, Big 5 e DISC, além do assessment do Propósito, que une quatro poderosas ferramentas em apenas uma.

Objetivos do mapeamento de perfil

O mapeamento de perfil é importante para as organizações pois pode fornecer uma visão mais clara das tendências comportamentais dos profissionais colaboradores e candidatos a vagas, o que pode ser altamente útil para a gestão de pessoas.

Os resultados deste método podem ser usados para dar suporte à diversos fins. Tais como seleção, recrutamento, treinamento, desenvolvimento de funcionários e desenvolvimento de carreira.

Com essa análise de perfil, é possível tomar melhores decisões e implementar ações mais adequadas e assertivas. Como em relação a uma mais adequada divisão de tarefas e formação de equipes mais eficazes. Entre diversas outras possibilidades.

Assim, o objetivo do mapeamento é facilitar o entendimento dos perfis dos colaboradores por meio da coleta e análise de informações, fornecendo insumos para criar e aprimorar um leque de processos e iniciativas de forma mais embasada e também humanizada. Tudo isso, é claro, se feito da forma adequada.

Benefícios do mapeamento de perfil

Esses são apenas alguns dos benefícios ao se aplicar adequadamente o mapeamento de perfil em uma organização:

  • Autoconhecimento e autodesenvolvimento
  • Melhor adequação ao trabalho
  • Colaboração na equipe
  • Redução da rotatividade
  • Aumento da produtividade
  • Melhoria na tomada de decisões

Outras vantagens incluem, por exemplo, maior flexibilidade e adaptabilidade, e o desenvolvimento de liderança e gestão mais eficazes. Entre muitas outras possibilidades, uma vez que o método pode ser utilizado para diversos fins.

De modo geral, esse mapeamento pode ajudar e muito a aprimorar a experiência dos colaboradores e a performance na empresa. Quer conhecer ainda mais? Continue lendo o artigo.

Como fazer mapeamento de perfil?

Você já sabe o que é, por que fazer e também conhece algumas das muitas finalidades e benefícios do mapeamento de perfil no contexto organizacional.

Mas afinal, como colocar a mão na massa e fazer acontecer? Ou seja, como realizar um processo deste tipo e como analisar as informações encontradas por meio dele?

Bom, existem várias maneiras de realizar um mapeamento de perfil no local de trabalho. Aqui está uma visão geral das principais etapas envolvidas:

Tenha em mente

Antes de tudo, é fundamental lembrar o óbvio: você deve aplicar e aproveitar este método de forma legal e ética para colher de fato seus benefícios. Além disso, saiba que esse método precisa ser parte de uma estratégia mais ampla e contextualizada, e nunca o único determinante em decisões como, por exemplo, de promoção, demissão ou desenvolvimento. Certo?

Escolha um modelo

Há diferentes modelos de avaliação de perfil disponíveis. Pesquise bem e escolha o modelo que seja mais apropriado para as necessidades da sua organização.

Há por exemplo, o Indicador de Tipo Myers-Briggs (MBTI), os Cinco Grandes Traços de Personalidade (Big 5), o Perfil DiSC, e o assessment do Propósito.

Este último é um modelo que se destaca, pois une quatro poderosas ferramentas em apenas uma, além de oferecer inúmeras funcionalidades. Falaremos mais desta ferramenta ainda neste artigo.

Aplique o teste

O mapeamento de perfil pode ser administrado de algumas maneiras. Inclusive online, em papel, ou pessoalmente, dependendo do modelo escolhido e da população que está sendo avaliada. O assessment do Propósito da talent academy, por exemplo, é aplicado de forma virtual, devido toda a praticidade que a tecnologia oferece.

Porém, não te deixamos na mão caso o digital ainda seja um desafio por parte de seus funcionários. A área de people intelligence da talent academy está pronta para te ajudar a aplicar as ferramentas e co-criar projetos incríveis e personalizados, caso você veja necessidade.

Avalie os resultados

Uma vez concluídos os testes, em geral os resultados precisam ser avaliados (ou melhor, analisados) por alguém treinado(a) para interpretá-los segundo o modelo específico que está sendo utilizado.

No caso do assessment do Propósito, o dashboard com os resultados é bastante completo, intuitivo e recheado de insights. E, assim, empoderando RH’s e gestores(as) a analisar com qualidade os perfis dos colaboradores.

De todo modo, da mesma forma que mencionado acima, o time da talent academy está sempre disponível para te ajudar a interpretar os resultados caso você precise de suporte humano e especializado nesse sentido!

Como analisar mapeamento de perfil?

Você sabe a definição, importância e benefícios que o mapeamento de perfil no contexto de trabalho pode trazer. Além de já ter noções básicas de como fazê-lo. Vamos agora um pouco mais a fundo em relação a análise dos resultados obtidos?

O mapeamento de perfil não deve ser feito só “por fazer”. Analisar os dados coletados através desse método é essencial. Isto é, entender o que significam. Sejam resultados fornecidos na forma de um resumo das tendências gerais de uma pessoa, sejam informações mais detalhadas, e/ou ainda dimensões específicas.

Assim, após analisar os dados brutos coletados – o que pode ajudar a identificar padrões em relação a traços de personalidade, habilidades e preferências comportamentais e profissionais dos indivíduos –, é preciso “classificar” os resultados de acordo com as categorias estabelecidas pelo modelo de mapeamento de perfil utilizado.

Isso pode ajudar a entender como os resultados se encaixam nas categorias do modelo utilizado e a identificar quais possíveis características são mais proeminentes em cada indivíduo.

É preciso também considerar, é claro, como os resultados do mapeamento de perfil podem ser aplicados na prática.

Isso pode envolver, por exemplo:

  • O desenvolvimento de programas de treinamento e desenvolvimento personalizados
  • A alocação de funções específicas dentro de uma equipe com base em traços comportamentais
  • A criação de políticas organizacionais que valorizem e reconheçam as diferenças individuais em termos de perfil profissional

Entre outros.

Como o assessment do Propósito pode ajudar?

O assessment do Propósito facilita e muito essas etapas descritas acima, economizando dos gestores(as) de pessoas e do RH uma enorme quantidade de seu precioso tempo. Assim, eles podem investi-lo no que realmente importa: as pessoas.

A partir dos dados coletados no mapeamento de perfil você pode, por exemplo, comparar os resultados com os requisitos ou preferências para determinado cargo ou função para a qual o candidato ou colaborador está sendo considerado.

Você também pode procurar por padrões nos resultados dos testes de determinado grupo de pessoas (seja uma área, um gênero, uma geração, etc). Isso pode ajudar a identificar aspectos mais comuns ou incomuns em tal recorte. O que contribui para informar, priorizar e direcionar a implementação de ações e a tomada de decisões diversas.

O assessment do Propósito dá insumos para tudo isso. Através, por exemplo, da aplicação de filtros personalizados para análises mais detalhadas e direcionadas. Além de fornecer devolutivas customizadas, dicas de autodesenvolvimento, entre outros.

E ainda, com a função integrada de busca Conecta, recomendações exclusivas de como lidar, apoiar, impulsionar e fornecer feedbacks adequadamente a cada pessoa a depender de seu perfil.

Saiba mais sobre a ferramenta na seção abaixo.

Assessment do Propósito

O assessment do Propósito é uma ferramenta de mapeamento de perfil comportamental inspirada na filosofia do ikigai (”razão para viver” em japonês) e na ideia de que é preciso começar pelo porquê.

Ela foi criada em 2018 pela Talent Academy, startup HRtech que é spin-off da consultoria MBA Empresarial, com mais de 30 anos de experiência em RH e desenvolvimento de talentos. Desde então, já ajudou mais de 130 mil pessoas (e contando!) com seu autoconhecimento.

A solução vem sendo usada por diversas organizações como Oracle, Raízen e Gerando Falcões, visando o sucesso de suas pessoas e negócios e dando acesso a:

  • dashboards completos com people analytics
  • devolutivas customizadas
  • pílulas de autodesenvolvimento
  • recomendações exclusivas

E fornecendo assim insumos para análises profundas e aplicações estratégicas. Algumas das inúmeras possibilidades em destaque são, além das já mencionadas no decorrer do texto:

  • Autoconhecimento e desenvolvimento de colaboradores e líderes
  • Fit, alinhamento e soma cultural
  • Seleção e onboarding
  • Diversidade cognitiva
  • Formação e (re)alocação de times e squads
  • Projetos e iniciativas ESG

O Propósito faz parte da plataforma de sucesso do colaborador(a) da Talent Academy, o software ideal para seu RH e gestão de pessoas. Simples e intuitivo, o teste pode ser feito em menos de 20 minutos e abrange quatro grandes dimensões:

Talento: Como é sua personalidade e a do seu time?

Com inspiração em teorias da psicologia analítica, o Talento é a mais densa dentre as dimensões do Propósito. Aborda o perfil comportamental de cada pessoa de forma mais detalhada, ajudando-as a entender o que as torna especiais. As maneiras como você, sua equipe e cada indivíduo nela tendem a obter energia, compreender dados, tomar decisões e se organizar são aspectos englobados nesta dimensão.

Motivação: O que mais motiva você e seu time?

Inspirada em conceitos do campo do comportamento e psicologia organizacional, a Motivação é a dimensão que diz respeito àquilo que mais motiva e engaja as pessoas. Isto é, o que faz os olhos de cada um(a) brilhar. O que direciona e sustenta com maior força seu caminho profissional.

Impacto: Que problemas você e seu time mais querem resolver?

É inspirada nos objetivos globais de desenvolvimento sustentável (as famosas ODS da ONU), que abrangem questões diversas ligadas ao desenvolvimento social e econômico. O Impacto é a dimensão que ajuda as pessoas a identificarem com que causas elas mais se identificam. Isto é, tendo relação com os problemas que mais as incomodam e que elas gostariam de mudar no mundo.

Potência: Como você e seu time podem gerar mais valor?

Com inspiração em estudos sobre estilos de pensamento em áreas relacionadas ao desenvolvimento humano e organizacional, a Potência é a dimensão mais relacionada ao perfil profissional de cada pessoa. Ajuda as pessoas a entenderem como podem gerar mais valor, ajudando assim também a buscarem oportunidades, inclusive dentro da empresa onde estão, de acordo com as suas características.

Conclusão

Lendo o artigo, você entendeu não apenas a definição, objetivos e benefícios do mapeamento de perfil, mas também como fazer e como analisá-lo, além de conhecer melhor uma ferramenta que é ideal para esse processo.

Que tal se cadastrar em nossa newsletter gratuita para ficar a par de mais conteúdos como esse?

Clique para revelar seu Propósito: teste mapeamento de perfil e autoconhecimento

Cadastre-se

Se inscreva para receber as novidades da Talent Academy em primeira mão diretamente em seu e-mail

Conheça a solução
Assessment do Propósito

Entenda a fundo o perfil comportamental do seu time e desvende todo o seu potencial com o único assessment do mercado inspirado no ikigai

Saiba mais

A solução completa para o sucesso de colaboradores e empresas

Plataforma digital: ferramentas inteligentes para toda a jornada do colaborador

Programas de desenvolvimento: abordagem consultiva especializada e personalizada

Saiba mais

Posts Relacionados

Liderança Multigeracional: Estratégias para Diversas Gerações

Liderança Multigeracional: Estratégias para Diversas Gerações Ao longo dos anos, o mercado de trabalho tem…

Como reduzir o turnover na sua empresa

Turnover: saiba como reduzir a rotatividade de pessoal na sua empresa

Turnover: como reduzir a rotatividade de pessoal na sua empresa A rotatividade de pessoal (ou…

Gestão de conflitos: como resolver problemas no ambiente de trabalho?

Gestão de conflitos: como resolver problemas no ambiente de trabalho? No dinâmico mundo corporativo, a…

Propósito e motivação no trabalho | Talent Academy blog | Imagem: Freepik

Propósito no trabalho: como e por que motivar sua equipe através dele?

Propósito no trabalho: como e por que motivar sua equipe através dele? Quem nunca se…

Pronto(a) para transformar a gestão de pessoas na sua organização?

Analista pensando emcomo fazer o mapeamento de perfil comportamental

Como fazer e analisar o mapeamento de perfil dos colaboradores?

Como fazer e analisar o mapeamento de perfil dos colaboradores?

O mapeamento de perfil (que também, a depender, pode ser denominado assessment, avaliação, teste ou análise de perfil) é um método usado no contexto organizacional pelo Recursos Humanos (RH) e gestão de pessoas.

Muitas empresas (como Google, Deloitte, PwC e IBM) o aplicam para compreender o perfil comportamental e profissional de funcionários(as) e candidatos(as) a vagas.

Mas afinal, o que é este método? Quais são os seus objetivos e que benefícios pode trazer para as organizações e todos(as) que delas participam?

Nós já abordamos as respostas a essas questões e ainda mais no artigo Mapeamento de perfil comportamental: o que é e por que fazer. Mas iremos resumi-las para você a seguir, antes de te mostrar como fazer e analisar o mapeamento de perfil dos colaboradores. Vamos lá?

O que é mapeamento de perfil

O mapeamento de perfil é uma metodologia que visa analisar e entender as características, traços e padrões de comportamento de pessoas que trabalham ou podem vir a trabalhar em determinada organização.

Essa análise de perfil pode ajudar muito na gestão de pessoas, fornecendo uma compreensão mais holística das características e do potencial dos colaboradores, e também prevendo como esses aspectos podem se conectar com o desempenho no trabalho e o ajuste dentro da organização.

Existem modelos de testes populares como o MBTI, Big 5 e DISC, além do assessment do Propósito, que une quatro poderosas ferramentas em apenas uma.

Objetivos do mapeamento de perfil

O mapeamento de perfil é importante para as organizações pois pode fornecer uma visão mais clara das tendências comportamentais dos profissionais colaboradores e candidatos a vagas, o que pode ser altamente útil para a gestão de pessoas.

Os resultados deste método podem ser usados para dar suporte à diversos fins. Tais como seleção, recrutamento, treinamento, desenvolvimento de funcionários e desenvolvimento de carreira.

Com essa análise de perfil, é possível tomar melhores decisões e implementar ações mais adequadas e assertivas. Como em relação a uma mais adequada divisão de tarefas e formação de equipes mais eficazes. Entre diversas outras possibilidades.

Assim, o objetivo do mapeamento é facilitar o entendimento dos perfis dos colaboradores por meio da coleta e análise de informações, fornecendo insumos para criar e aprimorar um leque de processos e iniciativas de forma mais embasada e também humanizada. Tudo isso, é claro, se feito da forma adequada.

Benefícios do mapeamento de perfil

Esses são apenas alguns dos benefícios ao se aplicar adequadamente o mapeamento de perfil em uma organização:

  • Autoconhecimento e autodesenvolvimento
  • Melhor adequação ao trabalho
  • Colaboração na equipe
  • Redução da rotatividade
  • Aumento da produtividade
  • Melhoria na tomada de decisões

Outras vantagens incluem, por exemplo, maior flexibilidade e adaptabilidade, e o desenvolvimento de liderança e gestão mais eficazes. Entre muitas outras possibilidades, uma vez que o método pode ser utilizado para diversos fins.

De modo geral, esse mapeamento pode ajudar e muito a aprimorar a experiência dos colaboradores e a performance na empresa. Quer conhecer ainda mais? Continue lendo o artigo.

Como fazer mapeamento de perfil?

Você já sabe o que é, por que fazer e também conhece algumas das muitas finalidades e benefícios do mapeamento de perfil no contexto organizacional.

Mas afinal, como colocar a mão na massa e fazer acontecer? Ou seja, como realizar um processo deste tipo e como analisar as informações encontradas por meio dele?

Bom, existem várias maneiras de realizar um mapeamento de perfil no local de trabalho. Aqui está uma visão geral das principais etapas envolvidas:

Tenha em mente

Antes de tudo, é fundamental lembrar o óbvio: você deve aplicar e aproveitar este método de forma legal e ética para colher de fato seus benefícios. Além disso, saiba que esse método precisa ser parte de uma estratégia mais ampla e contextualizada, e nunca o único determinante em decisões como, por exemplo, de promoção, demissão ou desenvolvimento. Certo?

Escolha um modelo

Há diferentes modelos de avaliação de perfil disponíveis. Pesquise bem e escolha o modelo que seja mais apropriado para as necessidades da sua organização.

Há por exemplo, o Indicador de Tipo Myers-Briggs (MBTI), os Cinco Grandes Traços de Personalidade (Big 5), o Perfil DiSC, e o assessment do Propósito.

Este último é um modelo que se destaca, pois une quatro poderosas ferramentas em apenas uma, além de oferecer inúmeras funcionalidades. Falaremos mais desta ferramenta ainda neste artigo.

Aplique o teste

O mapeamento de perfil pode ser administrado de algumas maneiras. Inclusive online, em papel, ou pessoalmente, dependendo do modelo escolhido e da população que está sendo avaliada. O assessment do Propósito da talent academy, por exemplo, é aplicado de forma virtual, devido toda a praticidade que a tecnologia oferece.

Porém, não te deixamos na mão caso o digital ainda seja um desafio por parte de seus funcionários. A área de people intelligence da talent academy está pronta para te ajudar a aplicar as ferramentas e co-criar projetos incríveis e personalizados, caso você veja necessidade.

Avalie os resultados

Uma vez concluídos os testes, em geral os resultados precisam ser avaliados (ou melhor, analisados) por alguém treinado(a) para interpretá-los segundo o modelo específico que está sendo utilizado.

No caso do assessment do Propósito, o dashboard com os resultados é bastante completo, intuitivo e recheado de insights. E, assim, empoderando RH’s e gestores(as) a analisar com qualidade os perfis dos colaboradores.

De todo modo, da mesma forma que mencionado acima, o time da talent academy está sempre disponível para te ajudar a interpretar os resultados caso você precise de suporte humano e especializado nesse sentido!

Como analisar mapeamento de perfil?

Você sabe a definição, importância e benefícios que o mapeamento de perfil no contexto de trabalho pode trazer. Além de já ter noções básicas de como fazê-lo. Vamos agora um pouco mais a fundo em relação a análise dos resultados obtidos?

O mapeamento de perfil não deve ser feito só “por fazer”. Analisar os dados coletados através desse método é essencial. Isto é, entender o que significam. Sejam resultados fornecidos na forma de um resumo das tendências gerais de uma pessoa, sejam informações mais detalhadas, e/ou ainda dimensões específicas.

Assim, após analisar os dados brutos coletados – o que pode ajudar a identificar padrões em relação a traços de personalidade, habilidades e preferências comportamentais e profissionais dos indivíduos –, é preciso “classificar” os resultados de acordo com as categorias estabelecidas pelo modelo de mapeamento de perfil utilizado.

Isso pode ajudar a entender como os resultados se encaixam nas categorias do modelo utilizado e a identificar quais possíveis características são mais proeminentes em cada indivíduo.

É preciso também considerar, é claro, como os resultados do mapeamento de perfil podem ser aplicados na prática.

Isso pode envolver, por exemplo:

  • O desenvolvimento de programas de treinamento e desenvolvimento personalizados
  • A alocação de funções específicas dentro de uma equipe com base em traços comportamentais
  • A criação de políticas organizacionais que valorizem e reconheçam as diferenças individuais em termos de perfil profissional

Entre outros.

Como o assessment do Propósito pode ajudar?

O assessment do Propósito facilita e muito essas etapas descritas acima, economizando dos gestores(as) de pessoas e do RH uma enorme quantidade de seu precioso tempo. Assim, eles podem investi-lo no que realmente importa: as pessoas.

A partir dos dados coletados no mapeamento de perfil você pode, por exemplo, comparar os resultados com os requisitos ou preferências para determinado cargo ou função para a qual o candidato ou colaborador está sendo considerado.

Você também pode procurar por padrões nos resultados dos testes de determinado grupo de pessoas (seja uma área, um gênero, uma geração, etc). Isso pode ajudar a identificar aspectos mais comuns ou incomuns em tal recorte. O que contribui para informar, priorizar e direcionar a implementação de ações e a tomada de decisões diversas.

O assessment do Propósito dá insumos para tudo isso. Através, por exemplo, da aplicação de filtros personalizados para análises mais detalhadas e direcionadas. Além de fornecer devolutivas customizadas, dicas de autodesenvolvimento, entre outros.

E ainda, com a função integrada de busca Conecta, recomendações exclusivas de como lidar, apoiar, impulsionar e fornecer feedbacks adequadamente a cada pessoa a depender de seu perfil.

Saiba mais sobre a ferramenta na seção abaixo.

Assessment do Propósito

O assessment do Propósito é uma ferramenta de mapeamento de perfil comportamental inspirada na filosofia do ikigai (”razão para viver” em japonês) e na ideia de que é preciso começar pelo porquê.

Ela foi criada em 2018 pela Talent Academy, startup HRtech que é spin-off da consultoria MBA Empresarial, com mais de 30 anos de experiência em RH e desenvolvimento de talentos. Desde então, já ajudou mais de 130 mil pessoas (e contando!) com seu autoconhecimento.

A solução vem sendo usada por diversas organizações como Oracle, Raízen e Gerando Falcões, visando o sucesso de suas pessoas e negócios e dando acesso a:

  • dashboards completos com people analytics
  • devolutivas customizadas
  • pílulas de autodesenvolvimento
  • recomendações exclusivas

E fornecendo assim insumos para análises profundas e aplicações estratégicas. Algumas das inúmeras possibilidades em destaque são, além das já mencionadas no decorrer do texto:

  • Autoconhecimento e desenvolvimento de colaboradores e líderes
  • Fit, alinhamento e soma cultural
  • Seleção e onboarding
  • Diversidade cognitiva
  • Formação e (re)alocação de times e squads
  • Projetos e iniciativas ESG

O Propósito faz parte da plataforma de sucesso do colaborador(a) da Talent Academy, o software ideal para seu RH e gestão de pessoas. Simples e intuitivo, o teste pode ser feito em menos de 20 minutos e abrange quatro grandes dimensões:

Talento: Como é sua personalidade e a do seu time?

Com inspiração em teorias da psicologia analítica, o Talento é a mais densa dentre as dimensões do Propósito. Aborda o perfil comportamental de cada pessoa de forma mais detalhada, ajudando-as a entender o que as torna especiais. As maneiras como você, sua equipe e cada indivíduo nela tendem a obter energia, compreender dados, tomar decisões e se organizar são aspectos englobados nesta dimensão.

Motivação: O que mais motiva você e seu time?

Inspirada em conceitos do campo do comportamento e psicologia organizacional, a Motivação é a dimensão que diz respeito àquilo que mais motiva e engaja as pessoas. Isto é, o que faz os olhos de cada um(a) brilhar. O que direciona e sustenta com maior força seu caminho profissional.

Impacto: Que problemas você e seu time mais querem resolver?

É inspirada nos objetivos globais de desenvolvimento sustentável (as famosas ODS da ONU), que abrangem questões diversas ligadas ao desenvolvimento social e econômico. O Impacto é a dimensão que ajuda as pessoas a identificarem com que causas elas mais se identificam. Isto é, tendo relação com os problemas que mais as incomodam e que elas gostariam de mudar no mundo.

Potência: Como você e seu time podem gerar mais valor?

Com inspiração em estudos sobre estilos de pensamento em áreas relacionadas ao desenvolvimento humano e organizacional, a Potência é a dimensão mais relacionada ao perfil profissional de cada pessoa. Ajuda as pessoas a entenderem como podem gerar mais valor, ajudando assim também a buscarem oportunidades, inclusive dentro da empresa onde estão, de acordo com as suas características.

Conclusão

Lendo o artigo, você entendeu não apenas a definição, objetivos e benefícios do mapeamento de perfil, mas também como fazer e como analisá-lo, além de conhecer melhor uma ferramenta que é ideal para esse processo.

Que tal se cadastrar em nossa newsletter gratuita para ficar a par de mais conteúdos como esse?

Clique para revelar seu Propósito: teste mapeamento de perfil e autoconhecimento